Precisamos falar sobre o Relatório de Monitoramento

26 Jun


por

Existem certas coisas que a gente só aprende fazendo, testando e fazendo de novo. Por sorte, não aprendemos nunca e seguimos mudando tudo a cada virada de mês no calendário. Na minha cabeça, funciona mais ou menos assim com Relatórios de Monitoramento em Mídias Sociais.

Esse post não deveria ser um post, ele era uma dica que ultrapassou o cercadinho do parágrafo único e virou post. Para não contrariar a intenção inicial, agora ele atende por “tópicos que você pode considerar em um relatório de monitoramento”.

Make Relatórios, Not War

Todas as etapas de um Monitoramento em Mídias Sociais são importantes e interdependentes. Prova disso é o fluxo clássico de Monitoramento que conhecemos: se o planejamento não for eficiente, as menções coletadas não serão assertivas, o que pode comprometer as informações, gerando conclusões equivocadas. E é exatamente isso que evitamos.

Por outro lado, existe uma última etapa nesse processo que é tão (ou mais) importante que as anteriores: o Relatório desse Monitoramento. Fazer com que a análise de dados faça sentido (de verdade!) em um documento pode parecer simples, mas não é. Além de gráficos, textos e prints, para criar um Relatório eficiente é preciso estar atento a diversos fatores. E é sobre alguns destes fatores que quero falar aqui.

Para não esquecer de lembrar

  • Gráficos são nossos amigos do ♥. Eles nos ajudam a visualizar informações de diversas formas, facilitando nossas vidas. No entanto, utilizar qualquer gráfico para qualquer informação/objetivo não é uma boa ideia. Cada tipo de gráfico (linha, barra, pizza, bolha etc.) atende a um propósito. Estude como a visualização através de gráficos funciona.
  • Gráficos são nossos amigos do ♥ [2]. Mas nem sempre funcionam sozinhos. Da mesma forma, nem todos sabem ler gráficos. Escreva, explique, ilustre e explique mais uma vez. Muitas vezes, em relatórios, menos é sempre mais. Porém, devemos ter em mente o que é importante, o que deve ser acrescentado e o que deve/pode ser retirado.
  • Na maioria das vezes um relatório atende a diversos setores, que podem envolver cliente e/ou agência. Nesse momento paramos e imaginamos uma grande sala com pessoas de personalidades diferentes, falando línguas diferentes e você, ali no canto, segurando um papel na mão e tentando fazer com que todos entendam como funciona A + B. Um Relatório de Monitoramento não deve ser feito de um analista para outro analista, ele não deve fazer sentido na nossa cabeça, ele deve fazer sentido na cabeça de quem realmente precisa entender. Em uma manhã, estudando sobre Visualização de Dados, o Daniel Souza me falou duas coisas que nunca vou esquecer: 1) “O que você sabe sobre as pessoas que leem seus relatórios?” 2) “O que as pessoas fazem enquanto leem o seu relatório?”. Precisamos gerar entendimento. That’s the point.
  • Na classificação, pense em estratégias e desdobramentos de categorias (tags) e subcategorias. Vá além do gráfico de assuntos mais falados e traga insights inesperados. Exemplo? Em um estudo sobre uma determinada marca de cerveja, existe a categoria “consumo”, que determina o momento exato no qual as pessoas estão consumindo a bebida. Direcionar atenção para essa categoria (ou criar sub-categorias) poderá responder, dentre várias questões, quais são os produtos consumidos simultaneamente com a carveja, descobrindo atitudes e hábitos dos consumidores desse nicho.
  • Às vezes (ou quase sempre) um Relatório de Monitoramento é como uma aula no jardim da infância: óbvio para quem passa a informação, inédito/difícil para quem recebe. Por isso, transforme o seu trabalho em um guia. Ensine, explique e indique qual o melhor caminho a seguir. Além disso, não deixe as conclusões somente para o final, faça com que a pessoa que esteja lendo o documento pense junto com você e acompanhe o seu raciocínio. Testes de Usabilidade também funcionam para Relatórios de Monitoramento.
  • Entender ao máximo o universo da marca/temática que é foco no Monitoramento é fundamental. Ok, a frase pode parecer batida, mas relatórios devem ser como contar histórias: tudo que encontramos agrega na montagem de um cenário.
  • Conclusões não devem apenas reportar o que aconteceu, elas devem ajudar quem está em contato com o seu trabalho a fazer o link entre informação e conhecimento. Pense em conclusões diferentes para demandas e setores diferentes. O Relatório é para o Analista que cuida do Conteúdo? Para o Planejamento? Para a Equipe de Vendas? Pense para e com eles. No desenvolvimento de um relatório, quem faz o Monitoramento tem mais “clientes” do que imagina.

Formatos de Entrega, Periodicidade da Entrega, Relatórios Integrados etc. Existem pelo menos mais uns 30 tópicos sobre Relatórios de Monitoramento que poderiam ser abordados. Aqui, só alguns aprendizados que vamos guardando e entendendo como as informações que inserimos nos relatórios funcionam na cabeça do outro.

E você, qual o seu aprendizado? :)



17 Comentários to “Precisamos falar sobre o Relatório de Monitoramento”

  1. João June 26, 2012 at 11:58 am #

    Olá, gostei muito do seu post. Aprendi bastante, apesar de conhecer todos os passos, mas eu realmente nunca fiz um relatório de rede social.

    Uma sugestão, que posso dar para agregar o post seria fazer um vídeo ensinando a fazer o relatório!

    Obrigado.

  2. Moisés B. Böll June 26, 2012 at 1:10 pm #

    Muito bom o artigo Pri, parabéns. Você também poderia mostrar alguns exemplos dos seus relatórios.

  3. Anna Raquel Serra June 26, 2012 at 1:19 pm #

    Pri, pra mim, praticamente todas as suas dicas podem ser adaptadas pra outros relatórios, como analytics, ou até mesmo uma apresentação de resultados de um teste de usabilidade.

    Relatórios centrados no usuário (e preguiças) = full of win 😀

  4. João Gabriel da Fonseca June 26, 2012 at 1:53 pm #

    Realmente, é preciso conversar sobre entregáveis! =]

    O desenvolvimento de bons relatórios é uma tarefa crítica, tanto para controle interno, quanto para o atendimento ao cliente.
    Acho que uma dica que é importante para nós aqui da SEOmaster é que todo relatório tem que ter um objetivo claro. E segundo: ele tem que ser voltado para ação!
    Relatórios e gráficos que não tem uma função bem definida é perda de tempo!

    Abraços!

  5. Cristiano Siqueira June 26, 2012 at 2:02 pm #

    Oi Pri,

    Gostei do post – e é exatamente onde fica a diferença saber quem vai ler as métricas – KPI que geramos – quase sempre quem faz análise direto nisto fica com informações que devem ser repassadas de maneira bem didática – e como envolve tantos recursos, como usabilidade, redes sociais e etc – esta dica que tu deu é super válido mesmo. Gostei de saber que tu está vendo muita análise social, minha pergunta é: aquele livro que indiquei no Curso da MestreSEO foi legal para contribuir? Estou sempre vendo coisas novas – e vou compartilhar mais com a comunidade! parabéns!

    • Pri Muniz June 27, 2012 at 11:06 am #

      Oi, Cristiano! O livro é sobre Métricas, não Monitoramento. Mas é bem legal, sim. Abs =)

  6. Camila June 26, 2012 at 3:38 pm #

    Oi Pri. Adorei seu texto, como sempre, divertido e gostoso de ler. Concordo com tudo, especialmente a parte de pensar em quem vai ler o conteúdo do relatório, pois é uma das funções de quem o produz “traduzir” as informações para que as demais ações e áreas entendam como estão os resultados de cada uma das áreas.

    Parabéns!

  7. Morgana Dias do Nascimento June 28, 2012 at 2:34 pm #

    Adorei o seu post! Bem claro e de fácil entendimento! Parabéns, vou acompanhar o site! Bj

  8. M. Carolina Souza June 29, 2012 at 12:45 am #

    Nossa gostei do post!
    Bem prático e de fácil entendimento…vou passar a acompanhar o site.
    Beijos ;*

Trackbacks and Pingbacks

  1. SEO de Saia | Precisamos falar sobre o Relatório de Monitoramento | Pri Muniz - June 28, 2012

    […] o post completo no SEO de Saia: Precisamos falar sobre o Relatório de Monitoramento junho 28, 2012   //   Mídias Sociais   //   No Comments […]

  2. Sobre Relatórios de Monitoramento – Parte I - February 15, 2013

    […] faz algum tempo que escrevi um post sobre Relatórios de Monitoramento de Mídias Sociais, que apresentava alguns pontos importantes sobre o assunto. Agora, o objetivo é passar por dois […]

  3. Como fazer relatórios eficientes para seus clientes nas mídias sociais? | Bastidores do #BunkerWeb - March 15, 2013

    […] Acho que era isso, como podem ver, nesse post, não falei sobre relatórios de monitoramento, o que também dá um excelente próximo post. Mas andei dando uma pesquisada e a @primuniz tem um post bem legal que merece citação aqui no blog das meninas do SEO de SAIA. […]

Deixe um comentário