As gafes mais comuns em Guest Blogging

17 May

Escrever como convidado para outros sites pode ser uma ótima estratégia para profissionais de marketing digital. Fazendo guest blogging, o profissional tem oportunidade de mostrar seu conhecimento ao mercado, construir relacionamento com donos de blogs mais conhecidos, atrair tráfego e links para o próprio site, aumentar o número de seguidores no Twitter e ainda ganhar um bom diferencial no currículo.

Mas, como o próprio nome diz -guest significa convidado em inglês -, assim como na vida real, existem algumas regrinhas de etiqueta que podem ser seguidas, tanto por quem recebe quanto por quem é recebido. Veja algumas das “gafes” mais comuns em guest blogging.

Cancelamento ou atraso

Cancelar ou adiar a data de entrega do seu artigo com pouco tempo de antecedência causa tanta frustração online quanto off-line. Aquela mesma sensação que você tem ao ver a mesa posta e a comida esfriando enquanto o convidado não chega é o que sente o dono do blog ao saber que seu post não irá ao ar no dia combinado. Pontualidade não precisa ser uma característica só dos britânicos.

Conteúdo Inadequado

Luz de velas, MPB tocando baixinho, vinho de qualidade. Ele havia passado a tarde toda planejando os detalhes desse encontro.  Seu infalível filé mignon ao molho madeira – receita da avó – já estava quase pronto quando ela revelou que era vegetariana.

Antes de começar a escrever para um blog, leia os artigos publicados nele anteriormente. Entenda o perfil do seu público, o tamanho médio dos artigos, os assuntos que costumam abordar, se a linguagem é mais formal ou descontraída… Ao escrever, mantenha seu estilo, mas tente não destoar tanto dos posts anteriores. Entregar um post inadequado para o blog mostra que você não fez suas pesquisas.

 

Foco exagerado em Link Building

Escrever para outros blogs é uma das formas mais eficazes de conseguir que eles insiram links para seu site. Eu usava essa estratégia com frequência e escrevi bastante sobre guest posting para link building no meu blog. Entretanto, não deve ser esse o foco principal.

Fazer guest blogging com foco em link building seria o mesmo que ir à casa de alguém só por causa da comida. E encher o post de links para seu site equivale a ficar o tempo todo na festa só falando de si próprio.

Entretanto, é de praxe que o blog que está recebendo conteúdo ceda ao menos um link para o site do escritor, algo que deve ser combinado antes da publicação. E nada de colocar Nofollow, coisa de anfitrião mesquinho.

 

Dar trabalho extra

Imagine que seu convidado ficou de trazer a sobremesa e a esqueceu em casa. Você decide então correr ao supermercado deixando os outros convidados sozinhos e a finalização do prato principal para mais tarde. Trabalho inesperado!

O mesmo acontece quando o escritor convidado entrega o artigo sem inserir os links para as fontes, nenhuma imagem ilustrativa ou cheio de erros de gramaticais.

Dica:

Quer “levar flores” ao seu anfitrião e deixá-lo ainda mais satisfeito? Antes de entregar seu artigo, além de revisar seu texto, veja se nele cabem links para outros posts já publicados no blog, ajudando na linkagem interna.

  Conteúdo Duplicado

Se seu círculo de amigos é fechado e em cada encontro espera-se provar sabores novos, repetir o mesmo prato não vai agradar. No mundo virtual, entregar o mesmo artigo para dois blogs diferentes é falta grave.

Não precisamos nem entrar no mérito do Panda e a antipatia do Google por conteúdos duplicados, mas o mercado de blogs de nicho costuma ser pequeno. São praticamente as mesmas pessoas lendo praticamente os mesmos blogs. Os leitores esperam algo novo e seu anfitrião também.

 

Sumir depois do post publicado

Um amigo que brincava “bom, barriga cheia, pé na areia”, dizendo que tinha acabado de comer e que então já estava indo embora.

O seu trabalho como escritor convidado não termina na publicação do post. Fique de olho nos comentários e procure responder principalmente a dúvidas referentes ao assunto que abordou. Mantenha um relacionamento positivo com o dono do blog e seus leitores.

Em resumo, não fazer no mundo virtual o que não faria no real vale sempre.

Bom guest blogging!

PS.: O SEO de Saia é aberto para convidadas e se você procurar não cometer as gafes acima será sempre bem recebida. :-)



9 Comentários to “As gafes mais comuns em Guest Blogging”

  1. @mario_luan May 17, 2011 at 11:14 am #

    “Sumir depois do post publicado” = tiro no pé. 😛

    Fazer oq, faz parte.

    • Paula Albocino May 17, 2011 at 2:38 pm #

      É bem comum, né? Eu mesma às vezes fico com preguiça de responder. Valeu pelo comentário, Mário! Abs

  2. Rachel Rimoli May 17, 2011 at 12:42 pm #

    Ótimo artigo! Não há nada pior do que conteúdo inadequado por parte do convidado. E aí entra aquele dilema chato, publicar ou não publicar? Desagradar aos leitores ou ao convidado? Acho que com este post, você resolverá 90% dos seus problemas.

    • Paula Albocino May 17, 2011 at 2:40 pm #

      Pois é, normalmente eu prefiro desagradar ao convidado e pedir para ele voltar depois, com outro conteúdo. Obrigada pelo comentário, Rachel! Bjs

  3. Pri Muniz May 17, 2011 at 2:24 pm #

    Ótimas dicas. Muita gente precisa ler isso. :)

    • Paula Albocino May 17, 2011 at 2:41 pm #

      Muita gente precisa, você não. É muito bom ter você aqui com a gente. Obrigada pelo comentário! Bjs

  4. Mari Boaretto May 25, 2011 at 2:51 pm #

    Adorei o post, Paula.
    Acho que foi o mais elucidativo que eu já li na vida.

    :)

    • Paula Albocino May 25, 2011 at 3:18 pm #

      Oi Mari,

      Que bom que gostou, volte sempre!

      Abs,
      Paula

  5. Vinicius Castro November 28, 2011 at 3:29 pm #

    Excelente abordagem do tema. Eu realmente adoro a maneira que você aborda os assuntos Paula.

    Se não me falha a memoria você já tem experiência com o mercado inglês certo Paula? O que acha que o Guest Posting brasileiro tem que evoluir ainda em comparado com o deles?

Deixe um comentário